NEWSLETTER
Cadastre seu e-mail:

Divulgação - RedeTV!
 
MANCHETES

» 15/09/2018 - 22:44
Nathalia Arcuri fala sobre dinheirofobia no "Mariana Godoy Entrevista"

Mariana Godoy recebeu em seu Mariana Godoy Entrevista da última sexta-feira (14/09) a youtuber e dona do maior canal de vídeos sobre finanças do mundo, Nathalia Arcuri.

Durante conversa com a apresentadora, Nathalia contou que sua experiência com o dinheiro começou quando ela tinha apenas oito anos de idade e afirmou que o fácil acesso ao crédito nos dias de hoje dia dificulta a prática de economizar. “Nossa cultura, de 20 anos para cá, foi muito conduzida para o hábito de consumir e parcelar. Então hoje é mais difícil poupar, principalmente as novas gerações, porque muitas pessoas cresceram achando que podiam parcelar tudo, financiar carro, casa, roupa, e esqueceram que o futuro existiria. Ou seja, deixaram de poupar para o futuro”, disse.

Educadora e coach financeira, Nathalia usa termos divertidos em seus vídeos e textos na internet para tentar ajudar as pessoas a terem uma vida financeira mais consciente e independente. Sem medo de falar sobre o assunto, ela usa a palavra dinheirofobia para explicar o receio que algumas pessoas têm de abordar o tema.

“Tudo é dinheiro. Não adianta a gente querer empurrar esse assunto para debaixo do tapete como se ai, falar sobre dinheiro soa mesquinho. Ai, porque fulana só fala sobre dinheiro. Ele está na nossa vida e quando a gente não fala sobre um assunto, a gente só repara nele quando ele se torna um problema”, explicou ela, ressaltando a importância do tema entre as famílias: “Quando a gente ouve nossos pais falarem sobre dinheiro? Quando ele falta, quando vira um problema, quando alguém fica desempregado. Dificilmente a gente vê famílias falando sobre planejamento. Olha, esse dinheiro aqui é para viagem, esse mês podemos gastar tanto. A dinheirofobia é uma doença terrível!”.

Questionada sobre crianças que são educadas por pais excessivamente permissivos, a youtuber atribui a responsabilidade por seus comportamentos à família. “A culpa não é da molecada, a culpa é de quem não deu o não. Vejo muito amigos e amigas e o que mais ouço é Ah, mas queria ver você com seu filho pedindo as coisas pra você o tempo inteiro e eles responsabilizam a criança. Eu fico passada! Como uma criança de três anos pode determinar o destino financeiro de uma família só porque ela quer alguma coisa?”, opinou ela, que ainda conclui: “Sem perceber, a gente confunde questão financeira com sentimentos”.

HOME         MANCHETES        BLOG FABIOTV       CONTATO        PUBLICIDADE

2007 - 2018  fabiotv.com.br - Todos os direitos reservados.