NEWSLETTER
Cadastre seu e-mail:

Divulgação - TV Brasil
 
MANCHETES

» 13/08/2019 - 17:25
"Caminhos da Reportagem" mostra como autoras de cordel conquistam espaço na literatura

As autoras da literatura de cordel no País quebraram paradigmas para se impor numa produção textual essencialmente masculina. Esse é o mote da edição inédita do “Caminhos da Reportagem” que a TV Brasil apresenta nesta terça-feira (13/08), às 22h30.

A equipe de jornalismo da TV Brasil entrevista as autoras Auritha Tabajara, primeira indígena cordelista, Dalinha Catunda, uma das poucas mulheres na Academia Brasileira de Literatura de Cordel (ABLC), e a jovem Jarid Arraes, autora das publicações de cordel mais vendidas da Flip 2019.

Mais de 80 anos se passaram desde a publicação do primeiro folheto escrito por Maria das Neves Baptista Pimentel. Com o sugestivo título "O Violino do Diabo ou o Valor da Honestidade", o título só foi publicado em 1938, na Paraíba, depois de emprestar o nome do marido Altino Alagoano.

Auritha Tabajara, primeira indígena cordelista, obteve respeito e convite para participar de rodas de cordelistas dominadas por autores masculinos. O programa destaca a trajetória de Dalinha Catunda, uma das cinco mulheres a ocupar uma das 40 vagas na Academia Brasileira de Literatura de Cordel (ABLC), no Rio de Janeiro.

A atração jornalística coleta informações sobre a Festa Literária Internacional de Paraty, a Flip. Os dois livros de cordel mais vendidos no evento deste ano são de autoria de Jarid Arraes, escritora jovem, negra e nordestina.

HOME         MANCHETES        BLOG FABIOTV       CONTATO        PUBLICIDADE

2007 - 2019  fabiotv.com.br - Todos os direitos reservados.